Fundos Imobiliários

Como investir em FIIs? Torne-se um investidor nessa modalidade

Como investir em FIIs? Torne-se um investidor nessa modalidade

Você sabe com investir em FIIs?

Se sabe, o quê espera ao investir em FIIs? Um bom retorno? Diversificação? Valorização do seu ativo?

O quê você diria se eu te contasse que você pode ter tudo isso e ainda ser sócio de shoppings, grandes galpões logísticos sem se preocupar com burocracia e inquilinos?

Com os fundos de investimentos imobiliários isso é possível e vamos explicar como investir em FIIs.

Cada vez mais popular entre os investidores brasileiros, os Fundos Imobiliários (FIIs) têm trazido altos rendimentos e apresenta algumas características muito vantajosas.

Continue a leitura e descubra mais sobre como investir em FIIs.

O que são Fundos Imobiliários?

Em primeiro lugar, os FIIs são grupos de investidores que reúnem seus patrimônios a fim de investir no mercado imobiliário.

O foco desses investimentos está em adquirir propriedades ou construí-las para então alugá-las.

Assim, ao final do mês, todos os participantes do fundo recebem partes do ganho de acordo com a medida da aplicação de cada um.

Tipos de Fundo Imobiliários

Existem diferentes tipos de fundos imobiliários que podem fazer parte da sua carteira de investimentos.

Os melhores investidores sempre buscam se informar com dados e indicadores para dessa forma serem eficientes e enfim, atingirem o êxito com investimentos.

Dito isso, as duas principais modalidades de FIIs são:

  • Fundos de Tijolo;
  • Fundos de Papel;
  • Fundos de Fundos;
  • Fundos de Desenvolvimento;
  • Fundos de Compra e Venda.

Imóveis x FIIs

Como investir em Fiis: Vemos um homem de camisa quadriculada segurando uma caneta e anotando em um caderno em frente a um laptop.

Durante o período colonial brasileiro, do século XVI ao XIX, a posse de terras para exploração, cultivo e proteção, carregou um significado de poder e autoridade muito grande.

Nesse sentido, ainda hoje é possível ouvir conselhos antigos, de que os melhores investimentos giram em torno de aquisição de imóveis.

Para então, arrendá-los para famílias, escritórios, galpões, entre outros, e receber uma renda durante os meses.

Viver com qualidade de vida apenas usufruindo do rendimento mensal da locação.

Parece um bom investimento, não é mesmo?

No entanto, existem várias dificuldades, não só ao adquirir ou construir um imóvel para alugar, como também gerir aquela propriedade.

É extremamente dispendioso, afinal, não são todas as pessoas que conseguem fazer essa compra.

E quando conseguem, costumam levar vários meses para reunir todo capital para a aquisição.

Por outro lado, temos os FIIs que surgiram como uma excelente opção para ajudar o brasileiro a iniciar os investimentos e ampliar suas conquistas financeiras.

Entre as vantagens que os fundos imobiliários trazem, podemos pontuar:

  • Cotas em conta – Adquire-se as contas de uma propriedade por um valor acessível;
  • Alta rentabilidade;
  • Rendimentos mensais – São muito semelhantes a aluguéis;
  • Sem responsabilidade com inquilinos;
  • Sem responsabilidade com documentos ou contas da propriedade.

Porém, como todo ativo tem suas vantagens, também há desvantagens.

Dessa forma, podemos pontuar algumas:

  • Risco de vacância – A falta de inquilinos afeta os ganhos mensais;
  • Risco de inadimplência – Os inquilinos podem deixar de pagar ou atrasar o aluguel;
  • Desvalorização pelo Mercado.

Qual valor mínimo para investir em FIIs?

A boa notícia é que com baixíssimos valores é possível começar investir e obter notáveis rentabilidades.

5 reais é suficiente para dar início ao seu sucesso!

Aqui abaixo existem alguns exemplos de fundos que você pode encontrar por menos de 5 reais:

Fundo ImobiliárioPreço
CARE11R$ 0,75
HRDF11R$ 1,64
FLMA11R$ 2,82
KNRE11R$ 2,94

Investir em FIIs traz bom rendimento?

A resposta é “depende”.

Depende porque, apesar de investirem em títulos de renda fixa, os fundos imobiliários sofrem variação de mercado.

Pode haver uma valorização acima do esperado como também podem se desvalorizar em algum momento.

Pode estar ocupado com inquilinos, mas também pode haver algum índice de vacância.

Por isso, os Fiis são considerados investimentos de renda variável.

Isso significa dizer que você pode ter ativos muito rentáveis bem como também ter cartas não tão interessantes na manga.

Quanto rende 100 mil em FIIs?

Essa é uma questão não tão simples de afirmar já que que é renda variável.

Os rendimentos de FIIs são imprevisíveis já que cada fundo tem a sua história e as análises são feitas justamente sobre o histórico delas.

As incógnitas que guardam a resposta dessa pergunta são várias como por exemplo: “Quais fundos serão investidos?”, “Durante quanto tempo será investido?” e “Quais estratégias serão usadas?”.

Como Investir em FIIs?

Como investir em Fiis: Vemos uma caneta azul e uma mão que a segura sobre uma folha contendo gráficos e análises.

A primeira coisa que você precisa para iniciar seus investimentos é abrir uma conta em uma corretora de valores.

Através dela, você terá acesso a todos os produtos financeiros que a Bolsa de Valores oferece, inclusive os FIIs.

Além disso, peritos na área da economia e finanças trabalham com excelência para trazer análises e informações preciosas para que sua experiência seja brilhante.

Aberta a conta na corretora, você precisa de seguir alguns passos simples:

  1. Escolha o fundo;
  2. Realize a transferência para conta corretora;
  3. Envie a ordem de compra.

No primeiro passo, conforme vimos, você deve analisar os fundos e escolher aqueles que melhor atendem a sua realidade.

Nós do Funds Explorer, recomendamos as nossas assinaturas, onde você tem acesso conteúdos especiais, relatórios semanais com os fatos mais relevantes que você precisa saber, análises feitas por especialistas e muito mais.

No segundo passo, é importante você realizar uma transferência para sua conta junto a corretora e como resultado, você conseguirá comprar seus produtos.

E no terceiro passo, você envia a ordem de compra.

É necessário apenas que seja digitado o código do fundo escolhido, o preço que você deseja pagar e a quantidade de cada um.

Dessa forma, caso haja alguém que deseje vender essas cotas nas suas condições, o negócio é feito.

Considerações

Viu? É bem simples dar um “ponta pé inicial” na sua vida de investimentos.

Não perca tempo e vá a prática!!!

Invista seguindo as dicas desse texto e lembre-se de que é de suma importância estudar os fundos que se tem interesse, além de observar as taxas das corretoras.

A alta rentabilidade está te aguardando, por isso, saber como investir em FIIs é uma vantagem e uma futura alegria. Go!

Jacinto Neto
Jacinto Neto
Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também