Fundos Imobiliários

Top 3 FIIs para investidores iniciantes: conheça os fundos ideais para você!

Top 3 FIIs para investidores iniciantes: conheça os fundos ideais para você!
Young handsome business man with laptop in office

Se você está começando a investir em fundos imobiliários – ou está considerando começar –, uma dúvida bem objetiva e pertinente pode surgir na sua cabeça: afinal, quais são os top 3 FIIs para investidores iniciantes?

É claro que decidir quais são os fundos imobiliários ideais para você começar a investir não é uma tarefa fácil, afinal, existem já centenas deles listados na bolsa de valores brasileira (B3) e cada um tem suas vantagens e desvantagens. Mas, não se preocupe, ajudaremos você a descobrir quais são os top 3 FIIs para investidores iniciantes ao longo deste artigo!

Cuidados a se tomar ao investir em FIIs

Antes de partirmos para comentar um pouco sobre alguns fundos imobiliários que consideramos serem interessantes para investidores iniciantes – ou que estão iniciando nesta categoria de ativos –, é importante primeiro ajudarmos você a entender quais são os riscos e cuidados necessários ao se começar a investir em FIIs.

A primeira consideração a ser feita é a seguinte: apesar de fundos imobiliários serem relativamente “seguros” para se investir, eles ainda são classificados como ativos de renda variável. E o que isso quer dizer na prática?

Na prática, ativos de renda variável possuem naturalmente maior volatilidade, ou seja, há um comportamento mais oscilatório, de altos e baixos, diferente do que encontramos em investimentos de Renda Fixa.


Assim, o preço de uma cota de FII pode variar ao longo do dia, apresentando um potencial comportamento de queda e alta com o passar do tempo e, naturalmente, esse movimento é extremamente difícil de prever, especialmente para um investidor iniciante.

Para ajudá-lo a entender os riscos envolvidos em investir em FIIs, entenda os 3 principais:

  1. Risco de oscilação / volatilidade

O risco de oscilação e volatilidade nos FIIs se faz presente de duas formas: risco derivado da oscilação da bolsa de valores em si – ou seja, do mercado – e risco de volatilidade da própria classe de ativos.

Assim, é possível que quando haja algum evento que impacte a bolsa de valores negativamente ou positivamente, essa oscilação também respingue nos fundos imobiliários de maneira relativamente proporcional.

Quando tratamos do risco da própria classe de ativos, faz-se pertinente pensar que o mercado imobiliário em si possui seus próprios ciclos de alta e de baixa. Por vezes, nem sempre a desvalorização ou valorização da bolsa impacta de maneira igual nos FIIs. Há momentos em que essa classe de ativos está vivendo uma sazonalidade positiva ou uma sazonalidade negativa.

Ainda, é válido ressaltar que pode haver algum evento que não seja relevante para a bolsa como um todo, mas especificamente para os FIIs, o que pode impactar essa classe negativamente. 

  1. Risco de imprevisibilidade da rentabilidade

Apesar dos FIIs possuírem uma certa segurança e não apresentarem um comportamento de oscilação tão agressivo quanto de certas ações, é importante lembrar que a rentabilidade dos FIIs  – até mesmo a distribuição de dividendos – não é 100% previsível.

  1. Risco da falta de conhecimento de indicadores

Por fim, dado que você é um iniciante, um erro que é comum de cometer é comprar um FII sem ter entendido exatamente seus indicadores. Assim, é muito importante que você aprenda como interpretar os indicadores de um FII, quais são os principais e até como ler um relatório gerencial.

Como selecionar um bom FII para iniciantes?

Agora que está claro quais são os riscos e cuidados que você deve tomar na hora de começar a investir em FIIs, podemos entender quais critérios são interessantes para você utilizar para entender os top 3 FIIs para investidores iniciantes. 

Para além disso, sabendo os fundamentos fica muito mais fácil – e melhor para você! – depois continuar investindo em fundos imobiliários que você tenha analisado e tenha gostado e/ou identificado uma grande oportunidade.

Avaliar os principais indicadores

O primeiro passo, mas um dos mais importantes, é prestar atenção para os principais indicadores na hora de se avaliar um FII. Indicadores nada mais são do que métricas as quais você pode utilizar para entender o comportamento e desempenho de um ativo, neste caso, de um fundo imobiliário.

Alguns dos principais indicadores para se avaliar antes de adquirir um FII são:

  • P/VP (preço sobre valor patrimonial)
  • Valor (preço) por cota
  • Dividend yield
  • Valor patrimonial por cota
  • Rendimento mensal médio

Avaliar volatilidade do FII

Apesar da volatilidade de um FII ser considerada uma espécie de indicador, ela é tão importante para um investidor iniciante que decidimos criar um tópico só para ela.

A volatilidade de um FII é o quanto ele oscila, ou seja, é a intensidade e frequência na qual há variação no preço de um ativo.

Se você tiver dificuldade para entender como calcular esse valor, há sites como o Status Invest que mostram a volatilidade dos ativos, no caso de FIIs, comparadas ao IFIX.

Avaliar liquidez

Por fim, outro fator extremamente importante para se levar em consideração especialmente quando você é um investidor iniciante é a liquidez de um FII. 

Em suma, o indicador “liquidez” de um fundo imobiliário corresponde a quanto há de circulação – compra e venda – daquele ativo.

Quanto maior a liquidez de um FII, melhor, isso significa que você não terá problema em vendê-lo ou comprar mais dele dependendo da sua estratégia e do momento do mercado.

Top 3 FIIs para investidores iniciantes

Finalmente, depois de entender todo o processo de como você pode avaliar e começar a escolher seus FIIs preferidos, vamos listar aqui os top 3 FIIs para investidores iniciantes. 

É importante entender que são apenas exemplos e não indicações, você deve ter conhecimento o suficiente para escolher seus próprios FIIs e/ou recorrer a profissionais no mercado financeiro para auxiliá-lo em caso de dúvidas.

Sem mais delongas, vamos aos exemplos:

RBRF11

RBRF11 é um fundo imobiliário do tipo FOF – Fundo de fundos. Seus investimentos são destinados com prioridade nas aplicações em outros FIIs.

Ele se faz interessante para iniciantes justamente por ser um fundo de fundos e trazer consigo uma boa diversificação para deixar sua carteira mais equilibrada e para que você já possa ir naturalmente sentindo mais do mercado.

BTLG11

O FII BTG Pactual Logística (BTLG11) é um fundo de investimento imobiliário do tipo ANBIMA renda gestão passiva de segmento logística. É constituído sob a forma de condomínio fechado, com prazo de duração indeterminado, regido pelas disposições legais e regulamentares que lhe forem aplicáveis.

VISC11

VISC11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo. Seus investimentos são destinados majoritariamente em aplicações nos empreendimentos de shoppings.
Neste artigo trouxemos os top 3 FIIs para investidores iniciantes que recomendamos fortemente você dar uma olhada caso esteja começando a investir em fundos imobiliários.

Jacinto Neto
Jacinto Neto Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também