Fundos Imobiliários

Galpões Logísticos: entenda mais sobre esse segmento imobiliário

Galpões Logísticos: entenda mais sobre esse segmento imobiliário

Já parou para pensar onde as grandes empresas de e-commerce armazenam seus produtos? Esses locais são conhecidos como galpões logísticos.

Os galpões logísticos são ativos importantes para o mercado imobiliário.

E para entender melhor quais as características de FIIs de galpões logísticos, precisamos entender primeiro do que se trata este tipo de imóvel.

O que são galpões logísticos?

De uma maneira geral, galpões logísticos são empreendimentos destinados às operações logísticas, tais como o armazenamento e a distribuição e manipulação de mercadorias.

Sabendo disso, será que os galpões logísticos são interessantes para os fundos imobiliários? E para as empresas, qual o motivo de locação de galpões logísticos?

FII de Galpões Logísticos

Para os fundos imobiliários, possuir um galpão logístico (ou parte dele) é interessante pela possibilidade de locação deste espaço.

Normalmente, os locatários são empresas de médio e grande porte, e os contratos costumam ter duração de 10 anos (ou mais), corrigidos pela inflação.

Da mesma maneira que as lajes corporativas, por conta de critérios como localização e padrão construtivo, os galpões têm boa capacidade de adaptação.

Além disso, os galpões podem trazer bons retornos para o fundo: tanto pelo aluguel recebido quanto pela possibilidade de valorização do imóvel investido com ganhos futuros.
Vantagens e Desvantagens no aluguel de Galpões Logísticos

Já para as empresas existem outras vantagens em alugar um galpão logístico.

O primeiro deles é a estrutura do galpão, que pode otimizar as operações, tanto pelos custos, quanto por tempo de operação e capacidade de armazenamento e distribuição.

Outro ponto interessante é a não imobilização do capital: em vez de adquirir um galpão logístico, a empresa pode alugá-lo, e destinar o capital para suas operações.

Caso a empresa já possua um galpão, a mesma pode vendê-lo a um fundo imobiliário e até mesmo alugá-lo novamente.

Além disso, alugar um galpão permite acesso a boas localizações e flexibilização para optar por outros empreendimentos.

Afinal, após o término do contrato, a empresa não está “presa” ao imóvel pode escolher uma nova localização ou precisar de uma infraestrutura diferente para a operação.

No caso da logística, a localização é ainda mais importante, pois impacta diretamente em questões como tempo e custo do transporte.

Vale a pena investir?

Por fim, para investidores, investir em galpões permite ter acesso a esse tipo de imóvel, com locatários e imóveis diferentes.

Dessa forma, pode-se diversificar a carteira de investimento, com diferentes riscos e retornos.

Repare, por exemplo, que a operação de um galpão logístico é diferente de uma laje corporativa ou shopping.

Dessa forma, é um ativo que pode agregar à carteira. Além disso, vale reforçar: você pode acessar diferentes localizações.

Outra questão interessante de se observar é que caso uma pessoa deseje investir diretamente em um galpão logístico.

O investimento necessário pode ser um tanto quanto elevado.

Já por meio dos fundos imobiliários, pode-se investir neste tipo de empreendimento com menos recursos.

Além, claro, de todos os outros benefícios dos fundos imobiliários: proventos livres de imposto de renda, gestão profissional, liquidez.

Como todos os ativos, galpões logísticos possuem suas vantagens e desvantagens.

Apesar de os galpões logísticos terem se mostrado resilientes durante a pandemia, nem todos os FIIs deste segmento apresentam boas perspectivas para o longo prazo.

Jacinto Neto
Jacinto Neto
Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também