Mercado Financeiro

Mercado de Opções: entenda o que é e por onde começar

Mercado de Opções: entenda o que é e por onde começar

O Mercado de Opções é um termo conhecido para aqueles que já investem na bolsa de valores. Afinal, as opções são uma possibilidade de lucro a mais.

Mas, se você é um investidor iniciante e ainda não sabe como o Mercado de Opções funciona, não se preocupe! Até o final deste artigo, ensinaremos tudo o que você precisa saber sobre ele.

O que são opções?

As opções oferecem o direito de comprar ou vender um determinado ativo por um valor – também pré-determinado – em uma data também especificada.

O preço da opção varia de acordo com o preço do ativo ao qual está relacionada, sendo assim, as opções são consideradas um tipo de derivativo. 

Além disso, também é muito comum que as opções sejam usadas como parte de estratégias de proteção financeira, os famosos hedges.

Quais são os tipos de opções?

O Mercado de Opções conta com as opções de compra e com as opções de venda, denominadas Call e Put, respectivamente. Elas serão explicadas de forma mais aprofundada a seguir. É considerado um dos derivativos no mercado financeiro.

Entre as de compra e as de venda, existem opções sobre os mais variados tipos de ativos. As mais populares no Brasil, entretanto, são as opções de ações.

Como o Mercado de Opções funciona?

Existem duas formas de negociar opções: a Bolsa de Valores e o mercado de balcão, que são as negociações feitas por fora da Bolsa.

Geralmente, as opções têm datas de vencimento determinadas pela Bolsa e apresentam características bastante padronizadas.

As opções disponíveis no mercado de balcão não costumam ser tão padronizadas: por fora da Bolsa, são os vendedores que determinam tudo sobre o contrato da opção – como o valor, os prazos e as garantias.

Para que você consiga entender melhor como funciona o Mercado de Opções, listamos abaixo alguns conceitos básicos que você precisa conhecer. Confira:

Ativo-objeto

O ativo-objeto é o bem, mercadoria ou ativo que é negociado através de uma opção. Nas opções de ações, por exemplo, o ativo-objeto é a ação.

Lançador e Titular

O lançador é a pessoa que vende a opção, dando ao titular – que é o comprador da opção – a possibilidade de comprar ou vender o ativo-objeto. O lançador também é obrigado a comprá-la ou vendê-la.

Prêmio

Prêmio é o termo utilizado para se referir ao valor combinado entre o vendedor e o comprador da opção. Ele é o representante do direito do titular de vender ou comprar o ativo-objeto.

Call

As opções que disponibilizam ao titular a possibilidade de comprar seu ativo-objeto na data do vencimento – ou exercício – são chamadas de calls.

Comprar o ativo-objeto não é uma obrigação do titular, porém, caso opte por não realizar a compra, o prêmio é perdido.

Put

O oposto das calls, as opções denominadas “put” são aquelas cujo titular pode optar por vender o ativo-objeto na data do vencimento.

A venda do ativo-objeto também não é obrigatória, e caso o titular ceda esse direito a outro investidor, o prêmio vai para quem tem a put.

Strike

Por último – mas não menos importante -, o termo “strike” é utilizado para se referir ao valor de exercício da opção: aquele pelo qual o ativo-objeto poderia ser negociado no Mercado de Opções.

Jacinto Neto
Jacinto Neto Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também