Mercado Financeiro

Risco de mercado: entenda a influência sobre seus investimentos

Risco de mercado: entenda a influência sobre seus investimentos

Nenhum investimento, seja ele em qual for a área do mercado, está livre de riscos: mesmo os de renda fixa. Por isso, é muito importante saber como analisar o risco de mercado antes de investir em qualquer empresa.

Portanto, para entender melhor qual a importância e a influência do risco de mercado, sobre os seus investimentos, acompanhe este artigo até o final!

O que é o risco de mercado?

Risco de mercado é o termo utilizado para se referir ao risco de um investimento causar prejuízo e/ou não trazer o retorno desejado e esperado.

Sendo assim, o risco de mercado pode ser, por exemplo, a mudança que pode vir a ocorrer nos preços de um ativo, por qualquer motivo – como decisões governamentais – ou os prazos.

Por isso, é importante que os investidores estejam sempre atentos às curvas de juros e às datas de vencimento dos ativos, além de ser interessante acompanhar profissionais especializados no cenário macroeconômico e que entendam outros temas sobre economia.

Como o risco de mercado influencia os seus investimentos

É muito comum que os investidores iniciantes acabem desistindo de investir por conta do risco de mercado. Portanto, para seguir no mercado com um diferencial, entenda de fato quais são os riscos de mercado que irá encontrar ao longo dos seus investimentos.

Para conseguir saber o quão exposto ao risco de mercado o seu investimento está, é preciso descobrir a diferença entre o desempenho desse investimento e a variação de sua referência: Ibovespa para as ações, por exemplo.

Mas, além de aprender a calcular o risco de mercado, é preciso saber planejar alternativas para minimizá-lo ao máximo. Para isso, é preciso conhecer bem todos esses riscos, por isso, confira-os nos próximos tópicos!

Riscos que podem ameaçar seus investimentos

Além do risco de mudança de preços dos ativos, existem alguns outros fatores que podem ameaçar os seus investimentos caso você esteja desavisado. Veja:

cinco notas estrangeiras espalhadas

Risco operacional

Se refere às possíveis situações onde a execução de uma operação falha.

Como investidor, isso também conta para as falhas que, mesmo pequenas, podem te causar algum prejuízo ou transtorno: erros documentais, por exemplo.

Risco de crédito

Mais importante nos investimentos em empresas “arriscadas”, o risco de crédito é sobre as situações nas quais a empresa não consegue sanar suas dívidas para gerar o retorno esperado, causando prejuízos aos seus investidores e acionistas.

Risco de liquidez

Calcula-se o risco de liquidez com base na facilidade de negociação de um ativo. Se o investidor um dia quiser sair de sua posição e decidir vender os ativos possuídos, por exemplo, é crucial que os ativos sejam desejados e/ou fáceis de vender.

Caso contrário, o investidor é obrigado a continuar na posição ou acaba precisando aceitar ofertas muito baixas. 

Quais investimentos são ameaçados pelo risco de mercado?

Resumidamente, nenhum tipo de investimento está livre desses riscos. Tanto os Fundos de Investimento quanto os Investimentos de Renda Fixa e Renda Variável estão suscetíveis a causar perdas aos investidores.

Por isso, é importante analisar o risco de mercado antes de iniciar um investimento, a fim de saber evitar os possíveis riscos da melhor maneira possível.

Jacinto Neto
Jacinto Neto Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também