Mercado Financeiro

Guidance: entenda sua importância no mercado financeiro

Guidance: entenda sua importância no mercado financeiro

O guidance é uma prática realizada pelas empresas que desejam oferecer ao público e ao mercado uma maior transparência em relação às suas informações financeiras, diminuindo o risco de imagem.

Essa prática traz muitas vantagens para ambos os lados, então, para entender melhor o que é guidance e como isso funciona, acompanhe este artigo!

O que é guidance?

Primeiramente, guidance é o termo utilizado para se referir às estimativas e informações futuras de uma empresa – que, nas empresas que tomam a iniciativa de oferecer essa orientação, são divulgadas.

Assim, a empresa consegue deixar todos os seus acionistas sempre a par de seus projetos, planos, perspectivas e projeções.

Isso, além de chamar atenção positivamente, ajuda a combater a desinformação e ainda fortalece a confiança e o relacionamento com os apoiadores. Afinal, a honestidade é um dos pilares da confiança.

Funcionamento do guidance

O guidance consiste em apresentar aos apoiadores de uma empresa um conjunto de informações importantes do resultado financeiro e da perspectiva geral do negócio. Por exemplo:

  • Previsão de investimentos da empresa;
  • Projeções das futuras receitas e faturamentos;
  • Previsão de volume de vendas;
  • Projeção de margens de lucro e lucro líquido;
  • Previsão de custos e despesas.

Além disso, os fluxos de caixa e outros indicadores financeiros da empresa também costumam ser compartilhados.

Entretanto, também é comum que as reuniões de guidance abordem temas mais gerais: como andam a economia e produção da empresa, por exemplo.

O guidance é obrigatório?

Não! A iniciativa da transparência total com os parceiros é totalmente voluntária, pois não há nenhuma lei ou regulamento que torne essa prática obrigatória.

Mesmo assim, a conduta vem se tornando cada vez mais popular no Brasil: muitas empresas a adotam como uma forma de manter a confiança e a relação entre os apoiadores de pé.

Como a quantidade de analistas que acompanham as empresas é relativamente pequena no país, a divulgação dos dados também funciona como uma maneira de atrair novos investidores.

Como o guidance é realizado no mercado brasileiro?

Tendo em vista que não é obrigatório, não existem muitas regras. Geralmente, as estatísticas de ganhos trimestrais ou anuais são a base dos dados divulgados.

Entretanto, uma característica comum a todas as empresas que se dispõem a realizar guidance é a clareza. Afinal, não faria sentido compartilhar as informações sem 100% de transparência quanto a elas.

Qual a importância do guidance para o mercado de investimentos?

O guidance é considerado muito importante para o mercado de investimentos por sua grande influência no mercado.

A prática influencia, além da escolha de manter, comprar ou vender um ativo, alguns outros fatores. Confira: 

Diminuição do risco associado

O risco em negociar ações com a empresa é considerado menor quando é possível notar que os resultados são estáveis e não costumam vir com “surpresas”.

Maior interesse do mercado

Empresas que realizam guidance atraem mais analistas e possíveis investidores, já que a disponibilidade de informações é maior. Isso afeta diretamente o volume de negociação de ações e a liquidez.

Melhora na qualidade das informações

Com a prática do guidance, a estabilidade aumenta gradativamente, além de apresentar maior alinhamento com as expectativas dos apoiadores. Tudo se baseia na comunicação!

Jacinto Neto
Jacinto Neto Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também