Mercado Financeiro

Agente de custódia: qual sua função e relevância nos investimentos.

Agente de custódia: qual sua função e relevância nos investimentos.

Para um investidor é necessário ter algumas noções do mercado financeiro e conhecimentos dos termos utilizados na área de investimentos. Um dos termos importantes é o agente de custódia, uma organização que administra os títulos de investimento comprados pelos seus clientes.

Para entender mais sobre o que um agente de custódia faz, qual sua importância e necessidade na carreira de um investidor, acompanhe a leitura.

O que é um Agente de Custódia?

A custódia no mercado financeiro refere-se em manter atualizado os ativos dos investidores e reter títulos de maneira a guardá-los. Dessa forma, considera-se um agente de custódia uma instituição contratada para guardar valores e movimentar os ativos financeiros dos investidores.

Portanto, um agente de custódia atuante no mercado financeiro é uma empresa que mantém organizado, retido e seguro os títulos adquiridos pelos seus clientes.

Sua funcionalidade está envolvida em administrar contas que guardam ações do mercado financeiro, cuidando da parte burocrática de negociação e remuneração dos ativos.

Como funciona o trabalho do Agente de Custódia?

Já vimos a definição do Agente de Custódia e o que ele faz, vamos entender mais a fundo sua finalidade e como funciona o trabalho dessas organizações.

Visto que são instituições encarregadas pela administração dos ativos do investidor, recebem a permissão de operar contas próprias para guarda de títulos em nome de terceiros e autorizadas por órgãos responsáveis.

São intermediadores entre os investidores e as empresas distribuidoras de títulos financeiros, realizam cadastro na bolsa de valores, aplicação de recursos para compra de papéis, valores e créditos financeiros.

Além disso, é incumbido a esses mediadores manter os títulos guardados em segurança em uma conta específica para esse fim, pelo tempo que você investidor achar necessário, até o momento de resgatar o dinheiro investido.

Quem são os Agentes de Custódia?

As instituições financeiras que tem permissão de realizar tais transações comentadas neste artigo são aquelas que possuem permissão para abrir contas em nome de terceiros e responder pelos mesmos.

Importância do Agente de Custódia nos investimentos

Para todos os investidores, ter um agente de custódia é necessário pelas funções que cabem às organizações, isso porque estão inseridos em lugares de responsabilidade burocrática.

A presença dessas instituições no mercado financeiro permite ao investidor a liberdade de manter vários tipos de investimentos sob orientação da mesma corporação. Facilitando a vida do investidor garantindo segurança e organização.

Além disso, essas organizações possuem credibilidade no mercado financeiro dado seu papel intermediário nas ações investidas. Embora algo aconteça para os agentes de custódia, os títulos são guardados em nome do investidor, ou seja, as aplicações não se perderão. Caso haja desafios será preciso apenas encontrar uma nova corretora para realizar as transferências de informações.

Como escolher um Agente Custodiante

Por fim, algumas dicas essenciais na hora de escolher seu Agente de Custódia de maneira confiável.

  • Canais de atendimento: avaliar forma de contato e verificar facilidade de acesso
  • Taxas: ficar atendo as taxas cobradas pelas organizações, procurar sempre a que melhor encaixa no seu plano de investimento
  • Sites e plataformas: ficar atento na nas informações, se estão fornecidas de forma compreensível, clara e objetiva sempre facilitando o entendimento do usuário

Afinal, o mercado financeiro deve sempre ser transparente e fiel visto sua seriedade. Portanto, é necessário avaliar a reputação do Agente de Custódia e pesquisar mais a fundo os aspectos de governança.

Jacinto Neto
Jacinto Neto
Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também