Mercado Imobiliário

Valorização de imóveis: entenda o que é e como funciona

Valorização de imóveis: entenda o que é e como funciona

O processo de valorização de imóveis é vantajoso tanto para quem pensa em adquirir um imóvel quanto para quem deseja investir em Fundos Imobiliários. Como o nome sugere, esse processo tende a elevar o potencial de negócio do empreendimento.

Portanto, para entender um pouco mais a fundo do mercado imobiliário e estar ciente das características que torna um imóvel favorável para negócios, acompanhe e fique por dentro dos processos de valorização de imóveis

O que é valorização de imóveis?

Primeiramente, a valorização de uma propriedade ou empreendimento imobiliário nada mais é do que um o crescimento do valor de mercado de um imóvel em comparação ao valor estimado inicialmente. 

Tanto empreendimentos comerciais quanto residenciais têm potenciais meios de valorização que podem ser planejados conforme andamento do projeto. Isto é, existem fatores que auxiliam na projeção do aumento de valor daquele imóvel que começam desde o planejamento da construção.

Um empreendimento imobiliário tem possibilidades de gerar lucros dependendo do nível de valorização que alcança. Lembre-se que normalmente o processo de apreciação do imóvel não é instantâneo e pode levar um tempo até que obtenha retorno.

Medidas de valorização imobiliária 

Para um imóvel aumentar sua rentabilidade, seja no mundo de investimentos quanto no comercial, há necessidade de seguir padrões de valorização. Seguem alguns dos principais aspectos dentro do mercado imobiliário:

Localização

Um dos principais pontos para o desenvolvimento de um patrimônio imobiliário é onde o mesmo será localizado. Em suma, é preciso avaliar se a região já fornece serviços essenciais ou se há projeção de crescimento da região. 

A qualidade da localização está vinculada com a infraestrutura que o bairro fornece, como saúde, comércio, transporte, lazer, alimentação, entre outros. Normalmente, bairros centrais ou próximos ao centro são bastante visados para construção.

Segurança 

O segundo aspecto mais visado para valorização de um imóvel é a segurança da região e do próprio imóvel. Seja em ambiente de residências ou comércios, uma boa segurança atrai compradores e investidores, o que movimenta a monetização da propriedade e/ou região. 

Tecnologia e Inovação

Um diferencial utilizado para valorizar um empreendimento é o nível de tecnologia e acessibilidade disponíveis. Imóveis que apresentam itens automáticos e tecnológicos tendem a apresentar maior índice de aceitação no mercado. 

Estrutura e condomínio 

A estrutura física do imóvel pode ser uma ótima aposta para impulsionar o valor financeiro de investimento: aparência, acabamento e fachada externa atrativa são ótimos impulsionadores de venda. 

Um condomínio que apresenta espaços de lazer e conforto se destaca no mercado, cada recurso disponível pode transformar a visibilidade da propriedade e atrair negócios lucrativos, aumentando a valorização imobiliária. 

Portanto, um imóvel valorizado é de grande valia no mercado financeiro. Isso porque, além de movimentar a comercialização, uma potencial incorporação de um imóvel a um fundo imobiliário bem aceito no mercado ou até mesmo via investimento direto de uma pessoa física depende das boas características que aquele empreendimento apresenta. 

Seja investimentos em imóveis de papéis, tijolos ou propriedades físicas, a valorização do imóvel traz benefícios para o investidor, para as construtoras, empresários e, por fim, aumenta a lucratividade do negócio.

Jacinto Neto
Jacinto Neto Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também