Fundos Imobiliários

Investir em FIIs: conheça as vantagens desse tipo de investimento

Investir em FIIs: conheça as vantagens desse tipo de investimento

Ao falarmos de investir em FIIs (Fundos imobiliários), as pessoas já tem assimilado o produto financeiro a uma opção de rentabilidade confiável e sem tanta variação.

Investir em FIIs tem algumas vantagens, tais como:

  • Isenção de imposto de renda para proventos mensais;
  • Facilidade na compra e venda dos ativos;
  • Liquidez;
  • Bons proventos;
  • Baixo custo para aquisição;
  • Ausência responsabilidade com a parte física do imóvel;
  • Não há responsabilidade com documentos do imóvel;
  • Não há responsabilidade com os inquilinos que utilizam o imóvel.

De fato, existem muitos benefícios que tornam os fundos imobiliários um tipo de investimento interessante. Mas é importante ponderar bem sobre os fundos que serão escolhidos para aquisição.

Por isso, falaremos sobre pontos que devem ser levados em consideração na montagem da sua carteira.

Qual o rendimento ao investir em FIIs?

Investir em Fiis: Vemos um homem de terno comemorando de olhos fechados de frente para um laptop.

Ouvimos dizer que investir em FIIs traz bons rendimentos aos investidores por aí a fora.

Porém é válido lembrar que se deve ter cautela nos investimentos pois os fundos imobiliários são investimentos de renda variável.

Isso significa que os valores positivos que são possíveis ver em relatórios podem não se repetir no mês seguinte.

Não há garantia de altos rendimentos ao investir em FIIs.

No entanto, é possível fazer uma pequena simulação com valores fictícios e semelhantes a alguns fundos que existem.

Nessa simulação faremos uma aplicação de R$1.000 com quatro tipos de FIIs de papel com destaque para o dividend yield, valor aplicado e rendimento:

FundosValores investidosDividend Yield (DY)Rendimentos
Fii 1R$5000,82%R$4,10
Fii 2R$5001,41%R$7,05
Fii 3R$5001,00%R$5,00
Fii 4R$5001,04%R$5,20

O valor total no mês seria de R$21,35 investindo nesses fundos pelo valor de R$1.000.

Imaginando que, nessa mesma proporção, fossem investidos R$100.000 os rendimentos seriam R$2.135 ao mês.

Lembre-se que esses são apenas valores para sua melhor compreensão e não garantia lucro.

Qual fundo imobiliário rende mais?

Afinal, qual fundo rende mais?

Como já dissemos, os FIIs são categorizados como renda variável. Isso significa dizer que não há certeza de como estarão o valor das cotas dos fundos, ou como será a distribuição de proventos no mês seguinte.

Para saciar essa resposta é necessário saber:

  • O dividend yield do mês e dos últimos meses;
  • Conhecer as gestões dos fundos;
  • Índices do setor.

Para resumir:

O dividend yield (DY) é o cálculo que indica a rentabilidade do FIIs através dos dividendos e a cota atual do fundo.

Conhecer a gestora do fundo também é importante pois, dessa maneira, você saberá com quem e como seu dinheiro está sendo usado. A reputação da gestora e sua equipe são informações valiosíssimas.

Não nos esquecendo dos índices do setor, que é de total importância que você acesse as listas de desempenho dos FIIs. Assim, você saberá como os fundos têm se comportado e se eles atendem a sua estratégia.

Quais os melhores gestores de fundos imobiliários?

O que torna uma gestora ser notável e considerada boa?

A resposta é relativa, pois as gestões têm estratégias diferentes, devido a localização dos imóveis, do tipo de ativo, entre outras características.

Porém, se nota que as melhores gestoras de fundos imobiliários possuem alguns traços em comum.

Listamos aqui algumas características marcantes dessas gestoras e que é importante estar atento a elas:

  • Ser resistente a crises;
  • Ser transparente e detalhista em relatórios aos cotistas;
  • Ter diversificação com relação aos imóveis do fundo.

Onde investir em FIIs?

Depois dessas informações, os investimentos devem ser postos em prática!

E a primeira coisa a ser feita é criar sua conta em corretora, pois as frações dos fundos são negociadas na bolsa de valores.

Não é um processo burocrático nem complexo. São requeridas apenas suas informações pessoais e documentos escaneados como: CPF, CNH, comprovante de residência.

Feita a conta na corretora, investir em fundos se torna fácil, basta:

  • Analisar as opções de fundos;
  • Transferir o valor para a compra;
  • Enviar a ordem de compra.

Esse processo é bem rápido, por isso consideramos os fundos de investimentos produtos de alta liquidez.

Considerações

Como vimos aqui, fundos imobiliários têm muitas vantagens que têm se tornado cada vez mais conhecidas pelas pessoas.

O desejo do brasileiro em adquirir imóveis tem sido, gradualmente, substituído pelas facilidades que os FIIs oferecem.

No entanto, mesmo com tantas características que trazem bons proventos ao investidor, é totalmente necessário se atentar aos “sinais” expostos nos relatórios dos fundos e principalmente na gestora.

A sua estratégia de montagem da carteira deve ser seguida fielmente por você enquanto seus recursos são bem cuidados para assim investir em FIIs de maneira eficiente e sustentável.

Jacinto Neto
Jacinto Neto
Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também