Mercado Financeiro

ESG: o que é a sigla entenda se é uma oportunidade para investir

ESG: o que é a sigla entenda se é uma oportunidade para investir

“Environmental, Social and Corporate Governance”, também conhecido como ESG, é um fator a ser levado em consideração na hora de realizar um investimento que ainda costuma causar muitas dúvidas entre os investidores.

Entretanto, saber o que é ESG é essencial – principalmente para as empresas, mas também para seus acionistas. Os fatores avaliados muitas vezes podem, inclusive, impactar no valuation de uma empresa, assim como outros relacionados à Governança.

Então, se você quer saber tudo sobre o que é ESG e o que levar em consideração na hora de investir em empresas mais sustentáveis, continue lendo este artigo!

ESG: O que é?

Em suma, ESG, que em português corresponde à sigla ASG, é uma avaliação de uma empresa em relação à sua consciência ambiental. Ou seja: uma empresa que se mostra interessada em incorporar essas questões é vista como mais amigável à preservação da natureza.

Mas, afinal, quais seriam as vantagens de investir em empresas com uma boa pontuação ESG? E entenda o porquê dele impactar no valuation de empresa: 

Vantagens de investir em ESG

Ter uma empresa sustentável e que se importa com questões ambientais vem se tornando um fator cada vez mais crítico de avaliação:

Segundo os resultados de uma pesquisa feitapela First Insight, mais de 60% dos jovens têm levado a sustentabilidade em consideração no momento da compra.

E, afinal, no que isso pode impactar em termos práticos?

Melhor reputação internacional da empresa

Muito além de causar uma boa impressão aos possíveis clientes, essa aplicação geralmente traz à empresa uma melhor reputação internacional.

Isso se deve ao olhar mais sério dos outros países em relação às práticas de sustentabilidade. Mesmo que existam muitas empresas brasileiras que não estejam aderindo de forma cautelosa a esses critérios ambientais. Existe uma pontuação – chamada rating ESG – que mede o quão adepto às práticas sustentáveis uma empresa é.

Ou seja: a ausência dessas boas práticas se fará explícita na leitura de relatórios da empresa por potenciais investidores, tanto amadores quanto profissionais, de pequeno e grande porte.

A maioria das agências que fazem essa medida são internacionais. Sendo assim, a reputação de uma empresa de acordo com esse critério não fica só no país. O alinhamento com a visão das empresas em uma perspectiva geral é muito importante.

Mais confiança de quem investe

planta-que-cresce-de-moedas-no-pote-de-vidro-na-natureza-

Os fundos que respeitam aos critérios de avaliação definidos no ESG são hoje referência no mercado de investimentos e ações, seguindo uma tendência que já é adotada de maneira mais enfática internacionalmente.

Ao avaliar o ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da bolsa de valores brasileira, é possível observar uma tendência de valorização de empresas que se preocupam com boas práticas de sustentabilidade e com a ASG, no geral.

Interesse dos consumidores finais

A preocupação dos consumidores em relação à sustentabilidade é um hábito que tem se tornado cada vez mais presente e isso pode se traduzir em vantagens competitivas de empresas que seguem boas práticas ESG. 

Muitas vezes os consumidores estão dispostos a pagar mais caro ou se tornam fiéis a produtos de empresas que se mostram preocupadas com o meio-ambiente.

Assim, empresas que têm uma boa pontuação ESG, terão mais chances de resistir ao teste do tempo, dado que a temática de sustentabilidade se torna presente até nos hábitos de consumo de pessoas ao redor do mundo, incluindo no Brasil.

Jacinto Neto
Jacinto Neto Analista CNPI e sócio do Funds Explorer
Formado em administração pública pela FGV-SP, mestre em Finanças e Controladoria pela FIPECAFI, analista CNPI e sócio do Funds Explorer. Possui experiência maior que 5 anos, trabalhando com estratégia de investimentos, planejamento e modelagem financeira, além de análise de fundos de investimento imobiliário.

Leia também